Characterization of resistance response of Coffea canephora genotypes to Meloiddogyne incognita (Est I2) root-knot nematode

Authors

  • Anderson Vieira Santos ULBRA-RO
  • Rodrigo Barros Rocha EMBRAPA-RO
  • Silvaldo Felipe da Silveira Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, Laboratório de Entomologia e Fitopatologia.
  • Alexsandro Lara Teixeira EMBRAPA-RO
  • Sara Inácia de Matos EMBRAPA-RO
  • José Roberto Vieira Júnior EMBRAPCharacterization of resistance response of Conilon, Robusta, and intervarietal hybrid Coffea canephora clones to Meloidogyne incognita (Est I2) root-knot nematode.A-RO

Keywords:

Coffee, meloidogynose, plant selection, plant breeding, Rondônia.

Abstract

Meloidogynose is prominent among the factors that limit yield in C. canephora in the western Amazon, Brazil. It is caused by species of “root-knot nematode”; the most important and aggressive of these species for coffee is M. incognita. The aim of this study was to assist the selection of resistant genotypes by characterizing the reaction of 32 C. canephora clones to M. incognita (Est I2). These genotypes are selected plants from the Germplasm Bank of Embrapa Rondônia of the botanical varieties Conilon, Robusta and intervarietal hybrids. The experiments were conducted under greenhouse conditions by inoculating six seedlings for each clone with 10 ml of suspension containing 5000 eggs of a pure inoculum of M. incognita. At 150 days after inoculation, evaluations were made of fresh weight of roots (FWR), total number of galls (NG), total number of eggs (NE), and the nematode reproduction factor (RF=final population/initial population). In contrast with the susceptible controls of arabica coffee (RF=1.2) and tomato plants (RF=31.3), six clones of the Conilon botanical variety, five clones of the Robusta botanical variety and eight intervarietal hybrids reacted as resistant to M. incognita, exhibiting RF < 1 and a reduced number of galls (NGmean = < 10). The clones identified as resistant in this study were integrated in the coffee breeding program in Rondônia for development of cultivars resistant to the root-knot nematode adapted to tropical conditions.

Author Biographies

Anderson Vieira Santos, ULBRA-RO

Professor da ULBRA-RO

Rodrigo Barros Rocha, EMBRAPA-RO

Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Viçosa (2002), mestrado e doutorado em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa (2007). É pesquisador da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) desde Abril de 2007, lotado na Embrapa Rondônia (Centro de Pesquisa Agroflorestal de Rondônia). Está vinculado como docente permanente do Programa de Pós-graduação da rede Bionorte e como docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Tem focado seu trabalho no melhoramento genético de plantas perenes, tendo experiência nas áreas de: estatística experimental, métodos de seleção e marcadores moleculares.

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8295625748916004

Silvaldo Felipe da Silveira, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias, Laboratório de Entomologia e Fitopatologia.

Silvaldo Felipe da Silveira. Engenheiro Agrônomo, UFV, 1991. Doutor em Fitopatologia, UFV, Viçosa, 1996. Professor Associado I da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), em Campos dos Goytacazes, RJ, desde 1996. Coordenador do curso de Agronomia da UENF de 07/2007 a 07/2011. Coordenador da Clínica Fitossanitária do Laboratório de Entomologia e Fitopatologia da UENF desde 1997. Atua na área de Fitopatologia, nos programas de pós-graduação em Produção Vegetal e Melhoramento Genético Vegetal, com ênfase em Etiologia, Epidemiologia e Controle de doenças de plantas causadas por fungos e bactérias, em culturas agronômicas e florestais.

Alexsandro Lara Teixeira, EMBRAPA-RO

 

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa, mestrado e doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade Federal de Lavras. É pesquisador da Embrapa Rondônia, onde trabalha com melhoramento genético do cafeeiro nas seguintes linhas de pesquisa: genética quantitativa, estresses abióticos, resistência a pragas e doenças. Participa do Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais - PGCA, vinculado a Universidade Federal de Rondônia - UNIR

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0157747115875716

 

Sara Inácia de Matos, EMBRAPA-RO

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade São Lucas (2011) e mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade Federal de Rondônia e Empresa Brasileira de Pesq. Agropecuária (2015). Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Fitopatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: controle alternativo de fitopatógenos e fitonematóides

José Roberto Vieira Júnior, EMBRAPCharacterization of resistance response of Conilon, Robusta, and intervarietal hybrid Coffea canephora clones to Meloidogyne incognita (Est I2) root-knot nematode.A-RO

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF (2001) e doutorado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade Federal de Viçosa (2005). Em 2006, atuou como pesquisador-Bolsista de Desenvolvimento Científico Regional, na Universidade Estadual do Norte Fluminense- UENF. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Controle biológico e alternativo de doenças de plantas, epidemiologia e controle de doenças de plantas, microbiologia agrícola. Atualmente, é pesquisador na área de fitopatologia, na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA, no Centro de Pesquisas Agroflorestais de Rondônia e, desde a fundação em 2013, é membro do programa de pós-graduação em Ciências Ambientais da Universidade Federal de Rondônia.

References

CASTRO, J. M. C. et al. Levantamento de fitonematoides em cafezais do Sul de Minas Gerais. Nematologia Brasileira, Brasília, v.32, n.1, p.56-64, jan/mar. 2008.

CONTARATO C. C. et al. Reaction of Cultivar Coffee Vitória INCAPER 8142 of Conillon to Parasitism of Meloidogyne exigua. Idesia (Arica. Impresa), Tarapacá, v. 32, n.1, p. 93-97, Jan/Feb. 2014.

CRUZ, C. D. Genes Software - extended and integrated with the R, Matlab and Selegen. Acta Scientiarum Agronomy (Online), Maringá, v. 38, n. 4, p. 547-552, Oct/Dez. 2016.

DAMATTA, F. M. et al. Ecophysiology of coffee growth and production: review. Brazilian Journal of Plant Physiology, Campinas, v. 19, n. 4, p. 485-510, Oct/Dec. 2007.

DAVIS, A. P. et al. Growing coffee: Psilanthus (Rubiaceae) subsumed on the basis of molecular and morphological data; implications for the size, morphology, distribution and evolutionary history of Coffea. Botanical Journal of the Linnean Society, Londres, v. 167, n. 4, p. 357-377, Oct. 2011.

GÖLDI, E. A. Relatório sobre a moléstia do cafeeiro na Província do Rio de Janeiro, 1887. Recife: UFRPE. Fadurpe, 121 p, 1998. (Reeditado por Roberto Marinho Moura).

HUSSEY, R. S.; BARKER, K. B. A comparison of methods of collecting inocula for Meloidogyne spp., including a new technique. Plant Disease, Iowa, v. 57, n. 12, p. 1025-1028, Dec. 1973.

KANAYAMA, F. S. et al. Progênies de Coffea arabica cv. IPR 100 com resistência ao nematoide Meloidogyne incognita raça 1. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 33, n. 1, p. 1321-1326, Jan/Feb. 2009.

LIMA, E. A. et al. The multi-resistant reaction of drought tolerant coffee ‘Conilon clone 14’ to Meloidogyne spp. and late hypersensitivelike response in Coffea canephora. Phytopathology, Iowa, v. 105, n. 6, p. 805 814, June. 2015.

OOSTENBRINK, M. Major characteristics of the relation between nematodes and plants. Mendelingen Landbouwhogeschool Wageningen, Wageningen, v. 6, n. 4, p. 1-46, 1966.

PAIVA, R. F. et al. Comportamento de cultivares de cafeeiros C. arabica L. enxertados sobre cultivar ‘Apoatã IAC 2258’ (Coffea canephora). Ciência Rural, Santa Maria, v. 42, n. 7, p. 1155-1160, jul. 2012.

RAMALHO, A. R. et al. Progresso genético da produtividade de café beneficiado com a seleção de clones de cafeeiro Conilon. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 47, n. 3, p. 516-523, jul/set. 2016.

RAMALHO, A. R. et al. Cultivares de cafeeiros Conilon e Robusta indicadas para o Estado de Rondônia. Comunicado Técnico, v. 348, p. 1-10, abr. 2009.

RESENDE, M. D. V. Software Selegen-REML/BLUP: a useful tool for plant breeding. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Londrina, v. 16, n. 4, p. 330-339, Oct/Dec. 2016.

ROCHA, R. B. et al. Caracterização e uso da variabilidade genética de banco ativo de germoplasma de Coffea canephora Pierre ex Froehner. Coffee Science, Lavras, v. 8, n. 4, p. 478-485, out/dez. 2013.

RODRIGUES, W. N. et al. Estimativa de parâmetros genéticos de grupos de clones de café conilon. Coffee Science, Lavras, v. 7, n. 2, p. 177-186, mai/ago. 2012.

SALGADO, S. M. L.; REZENDE, J. C.; NUNES, J. A. R Selection of coffee genotypes for resistance to nematode Meloidogyne paranaensis in infested area. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Londrina, v. 14, n. 2, p. 94-101, Apr/June. 2014.

SALGADO, S. M. L. et al. Meloidogyne paranaensis e Meloidogyne exigua em lavouras cafeeiras na região sul de Minas Gerais. Coffee Science, Lavras, v. 10, n. 4, p. 475-481, out/dez. 2015.

SANTOS, A. V.; GOMES, C. B. Reação de cultivares da mamona a Meloidogyne spp. e efeito dos exsudatos radiculares sobre Meloidogyne enterolobii e M. graminicola. Nematologia Brasileira, Piracicaba, v. 35, n. 1-2, p. 1-9, jan/jun. 2011.

SANTOS, A. V. et al. Reaction of Coffea canephora clones to the root knot nematode, Meloidogyne incognita. African Journal of Agricultural Research, Lagos, v. 12, n. 11, p. 916-922, Mar. 2017.

SASSER, J. N.; CARTER, C. C.; HARTMAN, K. M. Standardization of host suitability studies and reporting of resistance to root-knot nematodes. Raleigh, NC: NCSU Graphics, 1984, p. 1-5.

SEINHORST, J.W. The relationships between population increase and population density in plant-parasitic nematodes. II. Sedentary nematodes. Nematologica, California, v. 13, n. 1, p. 157-171, 1967.

SILVA, R. V. et al. Respostas de genótipos de Coffea spp. a diferentes populações de Meloidogyne exigua. Fitopatologia Brasileira, Brasília, v. 32, n. 3, p. 205-212, May/June. 2007.

SILVA, R. V. et al. Defense responses to Meloidogyne exigua in resistant coffee cultivar and non-host plant. Tropical Plant Pathology, Viçosa, v. 38, n. 2, p. 114-121, Mar/Apr. 2013.

SILVA, R. V.; OLIVEIRA, R. D. L.; ZAMBOLIM, L. Primeiro relato de ocorrência de Meloidogyne paranaensis em cafeeiro no estado de Goiás. Nematologia Brasileira, Brasília, v. 33, n. 1, p. 187-190, jan/mar. 2009.

VANSTONE, V. A.; HOLLAWAY, G. J.; STIRLING, G. R. Managing nematode pests in the southern and western regions of the Australian cereal industry: continuing progress in a challenging environment. Australasian Plant Pathology, South Perth, v. 37, n. 3, p. 220-234, May/June. 2008.

VIEIRA JÚNIOR, J. R. et al. Levantamento da ocorrência de populações do nematoide-das-galhas-do cafeeiro (Meloidogyne sp.) em Rondônia – primeira atualização. Comunicado Técnico, v. 397, p. 1-5, 2015.

VILLAIN, L. et al. A high-throughput method for early secreening of coffee (Coffea spp.) genotypes for resistance to root-knot nematodes (Meloidogyne spp.). European Journal of Plant Pathology, Dordrecht, v. 128, n. 4, p. 451-458, Dec. 2010.

Downloads

Published

2018-06-26

How to Cite

SANTOS, A. V.; ROCHA, R. B.; DA SILVEIRA, S. F.; TEIXEIRA, A. L.; DE MATOS, S. I.; VIEIRA JÚNIOR, J. R. Characterization of resistance response of Coffea canephora genotypes to Meloiddogyne incognita (Est I2) root-knot nematode. Coffee Science - ISSN 1984-3909, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 219–229, 2018. Disponível em: https://coffeescience.ufla.br/index.php/Coffeescience/article/view/1422. Acesso em: 13 jun. 2024.

Issue

Section

Articles