Errata do V. 6, n. 3, 2011: resumos que estão faltando nos artigos das páginas 212-216, 217-225 e 226-232

Rubens José Guimarães

Abstract


SELECTIVITY OF RYNAXYPYR FOR THREE SPECIES OF PHYTOSEIID MITES RELEVANT TO COFFEE IN BRAZIL (p. 212)

SELETIVIDADE DE RYNAXYPYR PARA TRÊS ESPÉCIES DE ÁCAROS FITOSEÍDEOS RELEVANTES PARA O CAFEEIRO NO BRASIL

RESUMO: Dentre os ácaros predadores, os da família Phytoseiidae são os mais importantes e estudados. Os ácaros fitófagos, Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Tenuipalpidae) e Oligonychus ilicis (McGregor, 1917) (Tetranychidae), em cafeeiro (Coffea spp.), são frequentemente encontrados em associação com os ácaros predadores Iphiseiodes zuluagai Denmark & Muma, 1972, Amblyseius herbicolus (Chant, 1959) e Euseius citrifolius Denmark & Muma, 1970, entre outros. Objetivou-se, nesta pesquisa estudar os efeitos do inseticida rynaxypyr (chlorantraniliprole 200 SC) sobre essas três espécies de Phytoseiidae, relevantes para o cafeeiro e citros, seguindo os procedimentos padrões de laboratório. Fêmeas acasaladas foram expostas a resíduo fresco e seco do produto sobre uma superfície de vidro,com sete tratamentos, cinco ácaros por placa de vidro e seis repetições, em delineamento experimental inteiramente ao acaso. Cada teste durou oito dias, com contagem diária das fêmeas sobreviventes e ovos colocados. Rynaxypyr, nas concentrações testadas (15, 30, 50, 100 e 500 mg i.a. / litro de água), foi seletivo para as espécies estudadas, A. herbicolus, I. zuluagai e E. citrifolius. Em geral os tratamentos resultaram em baixos índices de mortalidade e impacto insignificante na reprodução. Com base nas normas da IOBC, rynaxypyr pode ser classificado como inócuo (classe 1), comparável ao hexythiazox considerado um padrão de seletividade em laboratório. Rynaxypyr é, portanto, um complemento para programas de manejo integrado de pragas, destinado a preservar as populações de ácaros predadores em culturas de café e citros, entre outras, no Brasil.
Palavras-chave: Iphiseiodes zuluagai, Amblyseius herbicolus, Euseius citrifolius chlorantraniliprole, Coffea arabica.

EVALUATION OF COFFEE DRYING COSTS: PRE-DRYING ON A CONCRETE TERRACE AND COMPLEMENTARY DRYING IN A CONCURRENT AND COUNTERCURRENT FLOW DRYER (p. 217)

ESTUDO DO CUSTO DE SECAGEM DE CAFÉ: PRÉ-SECADO EM TERREIRO DE CONCRETO COM POSTERIOR COMPLEMENTAÇÃO EM SECADOR DE FLUXOS CONCORRENTES E CONTRACORRENTES

RESUMO: A análise de custo é uma importante ferramenta empregada no auxílio da tomada de decisão, para o melhor desempenho econômico das atividades agrícolas. Este estudo trata da análise do custo de uma tecnologia para a secagem de café, que abrangeu o desenvolvimento de um secador de fluxos concorrentes e contracorrentes. Objetivou-se determinar o custo de secagem de café (Coffea arabica L.), processado na forma cereja descascado, com pré-secagem em terreiro de concreto e a complementação da secagem em um secador de fluxos concorrentes e contracorrentes, por meio da determinação do custo total de secagem do café beneficiado. O secador foi construído de chapas e perfis metálicos, com capacidade estática de 1,55 m3 de produto, com o primeiro estádio de secagem de fluxos concorrentes separado por uma câmara de repouso, do segundo estádio de secagem de fluxos contracorrentes. Foram analisados dois tratamentos de secagem: o tratamento 01 com 12 horas de secagem intermitente (revolvimento intermitente) e 12 horas de repouso, com temperatura do ar de secagem de 45 ºC; e o tratamento 02, com 12 horas de secagem intermitente (revolvimento contínuo) e 12 horas de repouso, com temperatura do ar de secagem de 70 ºC. O café utilizado apresentou valores médios de umidade inicial e final de 33,2 e 11,7% (b.u.) para o tratamento 01 e 28,4 e 11,6% (b.u.) para o tratamento 02. A qualidade do café foi determinada a partir da análise sensorial (prova de xícara). Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que o custo fixo do secador de fluxos foi o principal componente do custo total de secagem, principalmente por se tratar de um protótipo, e que o tratamento 01 demonstrou inviabilidade econômica de aplicação, devido ao elevado custo de secagem, nas condições em que foi realizado este estudo.
Palavras-chave: Coffea arabica , pós-colheita, custo de secagem.

SPATIAL DISTRIBUTION OF THE COFFEE-LEAF-MINER (Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville & Perrottet, 1842)) IN AN ORGANIC COFFEE (Coffea arabica L.) FIELD IN FORMATION (p. 226)

DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO BICHO-MINEIRO-DO-CAFEEIRO (Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville & Perrottet, 1842)) EM UMA PLANTAÇÃO DE CAFÉ (Coffea arabica L.) ORGÂNICO EM FORMAÇÃO

RESUMO: A produção de café tem sido um dos pilares da economia de muitos países tropicais. Infelizmente, esta cultura é susceptível à infestação pelo bicho mineiro do cafeeiro (Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville & Perrottet, 1842)) que provoca grandes prejuízos às plantações com perdas que podem chegar até a 80% da produção total. Nos últimos anos, pesquisadores estão tentando desenvolver práticas para minimizar o uso de pesticidas para combate ao bicho mineiro. Sabe-se que o conhecimento da distribuição espacial de insetos pode ser importante no contexto do controle biológico de pragas. Objetivou-se, neste trabalho, utilizar métodos estatísticos apropriados para a caracterização da distribuição espacial do bicho-mineiro-do-cafeeiro em uma plantação de café orgânico (Coffea arabica, L.). Neste trabalho usa-se o número de folhas minadas extraídos de uma grade de 35 locais de amostragem de um hectare de uma plantação de café orgânico, no segundo ano de sua implantação, durante o pico populacional anual (Setembro de 2006). Um método geoestatístico (semivariograma) foi utilizado para caracterizar a variabilidade espacial do bicho-mineiro em uma plantação orgânica de café em formação. Com resultados verificou-se que a população de bicho-mineiro estava distribuída, aleatoriamente, no campo durante o pico anual da praga.
Palavras-chave: Entomologia, geoestatística, semivariograma, controle biológico.



DOI: http://dx.doi.org/10.25186/cs.v7i2.494

Refbacks

  • There are currently no refbacks.