Distribuição espacial do ataque da broca-do-café no café conilon

Bruno Sérgio Oliveira e Silva, Thaisa Thomazini Herzog, Marcelo Barreto da Silva, Ivoney Gontijo, Fábio Luiz Partelli

Resumo


O conhecimento do padrão de distribuição espacial de um inseto permite concentrar o esforço amostral e de manejo nos locais onde se encontram as maiores densidades populacionais. Além disso, o comportamento espacial do inseto fornece informações sobre as condições no agroecossitema e a migração ou agregação da praga. Apesar da importância para o manejo de pragas, o conhecimento sobre a distribuição espacial de Hypothenemus hampei no café conilon possui raros relatos na literatura. Assim, objetivou-se no presente estudo determinar a variabilidade espacial da incidência de H. hampei no café conilon. Foi instalada uma malha irregular com 100 pontos em uma lavoura de alta produtividade, localizada em São Mateus, ES, safras 2011/2012 e 2012/2013. Avaliou-se após a coleta de amostras de frutos em cada ponto o número de frutos atacados pela praga por meio da verificação da perfuração característica nos frutos. Os dados foram submetidos à análise geostatística. Foi possível verificar a variabilidade de densidade no ataque da praga nos diferentes anos safra. Os semivariogramas referentes ao ataque do inseto ajustaram-se melhor ao modelo esférico e ao modelo exponencial, com índice de dependência espacial de 72 e 62%, respectivamente. Observou-se uma tendência de movimentação do ataque da praga de uma safra para outra a partir das bordas para o centro da lavoura.

Palavras-chave


Coffea canephora; Geoestatística; Hypothenemus hampei; semivariograma

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARES, C. A. et al. Koppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Stuttgart, v. 22, n. 6, p. 711-728, jan. 2014.

ALVES, M. C. de et al. Geostatistical analysis of the spatial variation of the berry borer and leaf miner in a coffee agroecosystem. Precision Agric, Dordrecht, v. 12, n. 1, p. 18-31, 2011.

BAKER, P. S.; BARREIRA, J. F. A field study of a population of coffee berry borer, Hypothenemus hampei (Coleoptera; Scolytidae) in Chiapas, Mexico. Tropical Agriculture, Trinidad, v. 70, p. 351-355, 1993.

BLACKSHAW, R. P.; VERNON, R. S. Spatio temporal stability of two beetle populations in non-farmed habitats in an agricultural landscape. Journal of Applied Ecology, Oxford, v. 43, n. 4, p. 680-689, 2006.

CAMARGO, A. P.; CAMARGO, M. B. P. Definição e esquematização das fases fenológicas do cafeeiro arábica nas condições tropicais do Brasil. Bragantia, Campinas, v. 60, n. 1, p. 65-68, 2001.

CAVALCANTE, E. G. S. et al. Variabilidade espacial de MO, P, K e CTC do solo sob diferentes usos e manejos. Ciência Rural, Santa Maria, v. 37, n. 2, p. 394-400, mar./ abr. 2007.

DAL PRÁ, E. et al. Uso da geoestatística para caracterização da distribuição espacial de larvas de Diloboderus abderus. Ciência Rural, Santa Maria, v. 41, n. 10, p. 1689-1694, out. 2011.

DAMON, A. A review of the biology and control of the coffee berry borer, Hypothenemus hampei (Coleoptera: Scolytidae). Bulletin Entomological Research, London, v. 90, n. 6, p. 453-465, 2000.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Cultivo do Café Robusta em Rondônia. Sistemas de Produção, v.5. Rondônia: Embrapa, 2005. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2013.

FERREIRA, A. J. et al. Ciência e Agrotecnologia , Lavras, v. 27, n. 2, p.422-431, mar./abr. 2003.

FERNANDES, F. L. et al. Controle massal da broca-do-café com armadilhas de garrafa Pet vermelha em cafeeiro. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 49, n. 8, p. 587-594, ago. 2014.

FORNAZIER, M. J.; MARTINS, D. S. dos; PRATISSOLI, D. Manejo integrado de pragas. In: FONSECA, A.; SAKIYMA, N.; BORÉM, A. (Eds.). Café conilon: do plantio a colheita. Viçosa: UFV, 2015. cap.7, p.138-161.

GARCÍA, F. J. M. Analysis of the spatio–temporal distribution of Helicoverpa armigera Hb. in a tomato field using a stochastic approach. Biosystems Engineering, London, v. 93, n. 3, p. 253-259, 2006.

GOLDEN SOFTWARE. Surfer for windows: Realize 7,0, contouring and 3D surface mapping for scientist’s engineers user’s guide. New York: Golden Software Inc., 1999. 619 p.

INTERNATIONAL COFFEE ORGANIZATION – ICO. Trade statistics. Disponível em: . Acesso em: 03. dez. 2015.

JARAMILLO, J. et al. Thermal tolerance of the coffee berry borer Hypothenemus hampei: predictions of climate change impact on a tropical insect pest. Plos One, San Francisco, v. 4, n.1, p. 1-11, 2009.

KLEIJNA, D.; LANGEVELDE, F. V. Interacting effects of landscape context and habitat quality on flower visiting insects in agricultural landscapes. Basic and Applied Ecology, Jena, v. 7, n. 3, p. 201-214, 2006.

MARCOMINI, G.R. Avaliação técnica e econômica da utilização de inseticida biológico Beauveria bassiana para o controle da broca do café (Hypothenemus hampei). Revista Hipótese, Itapetininga, v. 1, n. 3, p. 92-109, 2015.

MOILANEN, A.; HANSKI, I. Metapopulation dynamics: Effects of habitat quality and landscape structure. Ecology, Washington, v. 79, n. 7, p. 2503-2515, 1998.

OLIVEIRA, C. M. et al. Economic impact of exotic insect pests in Brazilian agriculture. Journal of Applied Entomology, Berlin, v. 137, p. 1-15, 2013.

PREZOTTI, L.C. et al. Manual de Recomendação de Calagem e Adubação para o Estado do Espírito Santo - 5ª aproximação. Vitória: SEEA/INCAPER/CEDAGRO, 2007. 305 p.

ROBERTSON, G.P. Geostatistics for the environmental sciences - GS+ User´s Guide. Plainwell: Gamma Design Software, 1998. 152 p.

SANTOS, A. dos et al. Modelagem estatística da captura da broca-do-café (Hypothenemus hampei) ao longo do tempo. Revista da Estatística, v. 3, n. 1, p. 594-598, 2014.

VIEIRA, S. R. et al. Variabilidade especial dos teores foliares de nutrientes e da produtividade da soja em dois anos de cultivo em um latossolo vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 34, n. 5, p. 1503-1514, 2010.

ZIMBACK, C. R. L.B. et al. Simpósio de Geoestatística Aplicada em Ciências Agrárias. Botucatu: FEPAF, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.25186/cs.v12i4.1360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.