Efeitos da distribuição de árvores sobre atributos do solo em cafeeiro sombreado

Kátia Priscilla Gomes Morinigo, Nathalia de França Guimarães, Rubismar Stolf, Adriana Cavalieri Sais, Maicon Douglas Bispo de Souza, Anderson de Souza Gallo, Anastácia Fontanetti

Resumo


Objetivou-se com esse trabalho avaliar o efeito da distribuição espacial de árvores (Anadenanthera falcata, Albizia polycephala e Cassia grandis) em cultivo de cafeeiro sombreado (Coffea arabica cv. Obatâ), sobre a resistência mecânica, umidade e propriedades químicas do solo. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições, em esquema fatorial 4x2. O primeiro fator foi a localização dos pontos de amostragem do solo no cafezal sombreado, determinados por dois pontos na mesma linha de plantio das árvores (D1L - um metro de distância do tronco da árvore e D6L - seis metros de distância do tronco da árvore) e dois pontos paralelos a esses localizados na entrelinha de plantio das árvores (D1E e D6E). O segundo fator foi a profundidade de coleta do solo: 0,0-0,20 m e 0,20-0,40 m. As maiores resistências mecânicas do solo à penetração foram observadas nos pontos D1L e D1E, com 8,89 Mpa e 6,55 Mpa, respectivamente. O menor valor de pH (4,62) e o maior teor de alumínio no solo (4,95 mmolc dm-³) foram encontrados na linha de plantio das árvores, no ponto D1L. A distribuição espacial das árvores não alterou a umidade do solo, variando entre 0,11 e 0,14 kg kg-1e os teores de matéria orgânica, fósforo, potássio, cálcio e magnésio, os quais se mantiveram dentro das faixas consideradas adequadas para o cultivo do cafeeiro. Conclui-se que as árvores avaliadas elevam a resistência do solo à penetração e provavelmente exercem maior competição por nutrientes com o cafeeiro, aumentando o pH e os teores de Al do solo, quando localizadas no ponto D1L, possivelmente, em função da distribuição e concentração das raízes das mesmas. Contudo, a distribuição das árvores não influenciou a umidade e os teores de matéria orgânica, P, K e Ca do solo.

Palavras-chave


Coffea arabica; espécies arbóreas; resistência mecânica do solo a penetração; umidade do solo; fertilidade do solo

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, V. A. et al. Microclimate, development and productivity of robusta coffee shaded by rubber trees and at full sun. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 47, n. 4, p. 700-709, 2016.

CAMPANHA, M. M. et al. Análise comparativa das características da serrapilheira e do solo em cafezais (Coffea arabica L.) cultivados em sistema agroflorestal e em monocultura na zona da mata, MG. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 5, p. 805-812, 2007.

CHAGAS, K. et al. Efeito de sistemas consorciados de produção de Café Conilon (Coffea canephora cv. kouillou) sobre resistência do solo a Penetração. In: Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 32. Anais... Fortaleza, 2012.

DaMATTA, F.M. et al. Ecophysiology of coffee growth and production. Brazilian Journal of Plant Physiology, Campos dos Goytacazes, v. 19, p. 485-510, 2007.

DRESCHER, M. S. et al. Duração das alterações em propriedades fisico‑hidricas de Latossolo argiloso decorrentes da escarificação mecânica. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 51, n. 2, p. 159-168, 2016.

EBISA, L. Effect of dominant shade trees on coffee production in Manasibu district, west Oromia, Ethiopia. Science, Technology and Arts Research Journal, Nekemte, v. 3, n. 3, p. 18-22, 2014.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA - EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solo. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro: Embrapa, 2006. 306p.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília: Embrapa Solos, 1999, 370p.

FERNANDES, A. L. T; SANTINATO, F.; SANTINATO, R. Utilização da subsolagem na redução da compactação do solo para a produção de café cultivado no Cerrado Mineiro. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 8, n. 15, p. 1648-1656, 2012.

FREIRE, F. J.; et al. Gesso mineral do Araripe e suas implicações na produtividade agrícola na cana-de-açucar no estado de Pernambuco, Brasil. Anais da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica, Recife, v. 4, p. 199-213, 2007.

GUARÇONI, M. A. Características da fertilidade do solo influenciadas pelo plantio adensado de café conilon. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 32, n. 3, p. 949-958, 2011.

HAMZA, M.A.; ANDERSON, W.K. Soil compaction in cropping systems: A review of the nature, causes and possible solutions. Soil Tillage Research, Amsterdam, v. 82, p. 121-145, 2005.

JARAMILLO-BOTERO, C. et al. Production and vegetative growth of coffee trees under fertilization and shade levels. Scientia Agricola, Piracicaba, v. 67, p. 639-645, 2010.

JARAMILLO-BOTERO, C.; MARTINEZ, H. E. P.; SANTOS, R. H. S. Características do café (Coffea arabica L.) sombreado no norte da América Latina e no Brasil: análise comparativa. Coffee Science, Lavras, v. 1, n. 2, p. 94-102, 2006.

LIMA, H. V. et al. Tráfego de máquinas agrícolas e alterações de bioporos em área sob pomar de laranja. Revista Brasileira de Ciência do Solo,Viçosa, v. 29, p. 677-684, 2005.

MACHADO, L. V. et al. Fertilidade e compartimentos da matéria orgânica do solo sob diferentes sistemas de manejo. Coffee Science, Lavras, v. 9, n. 3, p. 289-299, 2014.

MORAIS, H. et al. Características fisiológicas e de crescimento de cafeeiro sombreado com guandu e cultivado a pleno sol. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 38, n. 10, p. 1131-1137, 2003.

OLIVEIRA, C. R.M. et al. Trocas gasosas de cafeeiros (Coffea arabica L.) e seringueiras (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) em diferentes sistemas de cultivo na região de Lavras, MG. Revista Árvore, Viçosa, v. 30, p. 197-206, 2006.

PALMA, M. A. Z. et al. Resistência do solo à penetração em cafezais cultivados com sistema mecanizado e manual. Coffee Science, Lavras, v. 8, n. 3, p. 364-370, 2013.

PEQUENO, P. L. L. et al. Avaliação da densidade do solo em áreas com cafeeiro robusta arborizado em Rondônia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33. Anais... Uberlândia, 2011.

RAIJ, B.van. et al. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas, Instituto Agronômico, 2001. 285p.

RAIJ, B.van. et al. Recomendação de Adubação e Calagem para o Estado de São Paulo. Campinas: Instituto Agronômico/ Fundação IAC, 1996. 285p. (Boletim 100)

REICHERT, J.M.; SUZUKI, L.E.A.S.; REINERT, D.J. Compactação do solo em sistemas agropecuários e florestais: identificação, efeitos, limites críticos e mitigação. In: CERETTA, C.A.; SILVA, L.S. da; REICHERT, J.M. (Ed.). Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, v. 5, p.49-134, 2007.

RICCI, M. S. F.; CONCHETO JUNIOR, D. G.; ALMEIDA, F. F. D. Condições microclimáticas, fenologia e morfologia externa de cafeeiro em sistemas arborizados e a pleno sol. Coffee Science, Lavras, v. 8, n. 3, p. 379-388, 2013.

SALGADO, B. G. et al. Avaliação da fertilidade dos solos de sistemas agroflorestais com cafeeiro (Coffea arabica L) em Lavras-MG. Revista Árvore, Viçosa, v. 30, n. 3, p. 343-349, 2006.

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C. A. V. Comparison of means of agricultural experimentation data through different tests using the software Assistat. African Journal of Agricultural Research, Lagos, v. 11, p. 3527-3531, 2016.

STOLF, R. Teoria e teste experimental de fórmulas de transformação dos dados de penetrômetro de impacto em resistência do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 15, p. 229-235, 1991.

STOLF, R.; FERNANDES, J.; FURLANI NETO, V. L. Recomendação para uso do penetrômetro de impacto modelo IAA/Planalsucar/Stolf. Revista STAB - Açúcar, Álcool e Subprodutos, Piracicaba, v. 3, p. 18-23, 1983.

SOIL SURVEY STAFF, Soil Survey Manual: Soil Conservation Service. Washington: U.S. Department of Agriculture Handbook (USDA), 1993, 437p.

SOUZA, H. N.; GRAAFF, J.; PULLEMAN, M. M. Strategies and economics of farming systems with coffee in the Atlantic Rainforest Biome. Agroforestry Systems, Dordrecht, v. 84, n. 2, p. 227- 242, 2012.

TANGA, A. A.; ERENSO, T. F.; LEMMA, B. Effects of three tree species on microclimate and soil amelioration in the central reft valley of Ethiopia. Journal of soil science and Environnental Management, Northhagen, v. 5, n.5, p. 62-71, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.25186/cs.v12i4.1359

Apontamentos

  • Não há apontamentos.