Ambiente e variedades influenciam a qualidade de cafés das matas de minas

Úrsula Ramos Zaidan, Paulo Cesar Corrêa, Williams Pinto Marques Ferreira, Paulo Roberto Cecon

Resumo


O café é um produto agrícola que tem seu valor de mercado ajustado de acordo com a qualidade final da bebida, que pode ser influenciada por vários fatores, tais como: fatores ambientais e variedade. Diante disso, objetivou-se com este trabalho avaliar os efeitos da orientação da encosta da montanha, altitude e variedade da planta, sobre a qualidade potencial dos cafés produzidos na região das Matas de Minas (entre altitudes que variam de 600 a 1200 m). Frutos de café (Coffea arabica) das variedades “Catuaí Vermelho” e “Catuaí Amarelo”, provenientes de 14 municípios da região, foram colhidos manualmente no ponto de maturação fisiológica, os quais foram processados, beneficiados e armazenados. Em seguida foram feitas análises descritivas qualitativas por Juízes Certificadores, pelo teste de degustação segundo critérios da Brazil Specialty Coffee Association. Por meio da análise sensorial da bebida, foram atribuídas notas aos atributos de qualidade dos cafés objetivando classificá-los de acordo com a influência dos fatores do ambiente e da variedade. Para análise das notas foi adotada a “Estatística Descritiva” e o “Método de Tocher”. A partir dos resultados obtidos, pode-se observar que os fatores ambientais e a variedade não exercem influência sobre a qualidade da bebida de forma isolada, todavia, contribuem de forma conjunta para formar as características da bebida produzida na região. A maior pontuação média foi obtida pela combinação de fatores, variedade “Catuaí Amarelo” estrato de altitude abaixo de 700 m e encosta Noruega da montanha, mostrando grande potencial de expressão da qualidade sensorial da bebida.

Palavras-chave


Coffea arabica; análise sensorial; qualidade da bebida; terroir; fatores ambientais

Texto completo:

PDF

Referências


AVELINO, B. BARBOZA, J.C. ARAYA, C. FONSECA, F. DAVRIEUX, B. GUYOT, C. CILAS. Effects of slope exposure, altitude and yield on coffee quality in two altitude terroirs of Costa Rica. Orosi and Santa María de Dota. Journal of the Science of Food and Agriculture. Londres, v. 85, n. 11, p. 1869–1876, 2005.

BARBOSA, JULIANA NEVES et al. Spatial distribution of coffees from Minas Gerais state and their relation with quality. Coffee Science, Lavras, v. 5, n. 3, p. 237-250, 2009.

BORÉM, FLÁVIO MEIRA et al. Qualidade do café submetido a diferentes temperaturas, fluxos de ar e períodos de pré-secagem. Coffee Science, Lavras, v. 1, n. 1, p. 55-63, 2007.

BSCA – BRAZIL SPECIALITY COFFEE ASSOCIATION. Cafés especiais. 2008.

BYTOF, G., KNOPP, S.E., KRAMER, D., BREITENSTEIN, B., BERGERVOET, .H., GROOT, S.P., SELMAR, D. Transient occurrence of seed germination processes during coffee postharvest treatment. Annals of Botany, Rockville, v.100, p. 61- 66, 2007.

DECAZY, F., AVELINO, J., GUYOT, B., PERRIOT, J. J., PINEDA, C., & CILAS, C. Quality of different Honduran coffees in relation to several environments. Journal of Food Science, Chicago, v. 68, n.7, p. 2356–2361, 2003.

FAGAN, EVANDRO BINOTTO et al. Effect of time on coffe bean (Coffea sp) grouth in cup quality. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 27, n. 5, p. 729-738, 2011.

GEROMEL, CLARA et al. Effects of shade on the development and sugar metabolism of coffee (Coffea arabica L.) fruits. Plant Physiology and Biochemistry, Amsterdã, v. 46, n. 5, p. 569-579, 2008.

LAVIOLA, BRUNO GALVÊAS et al. Assimilates allocation in fruits and leaves of coffee plants cultivated in two altitudes. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 11, p. 1521-1530, 2007.

MORAIS, SAL de et al. Análise de compostos bioativos, grupos ácidos e da atividade antioxidante do café arábica (Coffea arabica) do cerrado e de seus grãos defeituosos (PVA) submetidos a diferentes torras. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v. 28, p. 198-207, 2008.

SAEG – Sistema para Análises Estatísticas, Versão 9.1: Fundação Arthur Bernardes - UFV - Viçosa, 2007.

SEDIYAMA, GILBERTO CHOHAKU et al. Zoneamento agroclimático do cafeeiro (Coffea arabica L.) para o Estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Passo Fundo, v. 9, n. 3, p. 501-509, 2001.

SILVA, R.F., PEREIRA, R.G.F.A., BORÉM, F.M.; SILVA, V.A. Altitude e a qualidade do café cereja descascado. Revista Brasileira de Armazenamento – Especial Café, Viçosa, n. 9, p. 40-47, 2006.

VAAST, PHILIPPE et al. Fruit thinning and shade improve bean characteristics and beverage quality of coffee (Coffea arabica L.) under optimal conditions. Journal of the Science of Food and Agriculture, Londres, v. 86, n. 2, p. 197-204, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.